skip to Main Content
(71) 3013-1312 contato@josiasgomes.com.br
Josias Gomes Destaca A Importância Da Feira Da Agricultura Familiar, Na Bahia Farm Show

Josias Gomes destaca a importância da Feira da Agricultura Familiar, na Bahia Farm Show

Evento, que está sendo realizado até domingo no município de Luís Eduardo Magalhães, tem como um dos destaques os picolés com frutas do cerrado
 
O secretário Josias Gomes, titular da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), participou nesta terça-feira (28) da abertura oficial da Bahia Farm Show, maior evento agrícola do Norte e Nordeste do Brasil, realizado no município de Luís Eduardo Magalhães, Território de Identidade Bacia do Rio Grande.
 
Ele destacou a importância desta 9ª edição da Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária – promovida pela SDR – estar inserida pela primeira vez em um evento destinado à inovação e tecnologia, a serviço do desenvolvimento rural com máquinas, implementos, insumos e serviços.
 
“O fato de ter a agricultura familiar numa feira eminentemente da agricultura empresarial é motivo de muita satisfação. Esta participação está se dando num momento importante, em que se buscam parcerias no setor empresarial, para que a produção da agricultura familiar possa alcançar novos mercados”, argumenta o secretário Josias Gomes.
 
No evento, que segue até o próximo sábado (01), o público poderá encontrar uma diversidade de produtos da agricultura familiar da Bahia, a exemplo dos derivados da mandioca, milho, cacau, alho, mel, produtos lácteos, picolés, sorvetes, artesanato, plantas ornamentais e outros itens da produção rural do Estado. Por meio da SDR, 30 organizações da agricultura familiar, estão ofertando seus produtos em 14 boxes no Espaço da Agricultura Familiar.
 
Um dos destaques são os picolés com sabores típicos do Cerrado baiano. Bartolomeu Xavier, agricultor familiar do município de Cristópolis, explicou que a ideia de criar picolés com sabores diferentes surgiu ao observar que mercado era carente desses produtos.
 
“Os picolés são de frutos do Cerrado como pequi, cascudo e buriti, os sabores mais procurados e consumidos. O pessoal fica curioso porque quase ninguém fabrica picolés com frutas do Cerrado e algumas pessoas relatam que eles trazem lembranças da infância”, observa Xavier.
 
Cooperativas – A expectativa é que mais de 50 mil pessoas visitem a Bahia Farm Show. No Espaço da Agricultura Familiar, o público pode conferir ainda uma diversidade de bolos, farinhas, tapiocas, beijus, biscoitos, iogurtes, queijos, própolis, chocolates, nibs, doces, temperos, artesanatos, roupas, biojoias, cerâmicas, esculturas, e peças da cultura indígena, entre outros.
 
Entre as cooperativas que participam da feira para promover a sua marca, comercializar seus produtos e realizar negócios estão: Cooperativa Mista dos Agricultores Familiares, Cooperativa de Mandiocultores de São Desidério, Associação dos Expositores da Agricultura Familiar e Economia Solidária da Bahia, Associação Rio Branco, Associação Caliandra Artesãos do Cerrado e Agricultura Familiar, Cooperativa de Produção Agropecuária de Jiló, Associação Barreirense de Artesanato, e Cooperativa Agropecuária dos Agricultores e Apicultores do Médio São Francisco.
 
“Participar do Bahia Farm Show é uma oportunidade para a gente expor e vender os nossos produtos como chocolate caseiro, cacau em pó, geleia de cacau, nibs de cacau e sabonetes de leite de cabra”, ressaltou Vera Lúcia Teles, da Cooperativa de Agricultura Familiar e Economia Solidária (Coopafes), do município de Itabuna.
 
Soteropolitana, mas em visita ao município de Luís Eduardo Magalhães, a publicitária Aline Lisboa esteve no Espaço da Agricultura Familiar e aproveitou para provar algumas delícias.
 
“Foi uma boa surpresa encontrar essa grande oferta de produtos. Eu achei uma delícia essa queijada que comprei”, vibra a publicitária.
 
A 15ª edição da Bahia Farm Show é realizada pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), em parceria com Colegiado de Desenvolvimento Territorial da Bacia do Rio Grande (Codeter/BRG), e a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à SDR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top