skip to Main Content
(71) 3013-1312 contato@josiasgomes.com.br
O Império Ataca Novamente!

O Império ataca novamente!

O país das ditaduras, que se acha o dono das liberdades democráticas e soberanias nacionais, ataca mais uma vez!

Este país é Estados Unidos da América.

Basta voltar há algumas décadas no tempo para se comprovar que os fatos se repetem na geopolítica dos países latino-americanos.

Isso porque toda vez que os países da América do Sul buscam autonomia política, econômica e democrática, provam da fúria Norte-Americana que se acham donos deste imenso continente.

A partir do início da Guerra Fria, onde existia a bipolaridade entre EUA X União Soviética, as tensões políticas-ideológicas se intensificaram.

Nos anos de 1950, foi estabelecida pelas autoridades americanas a Doutrina de Segurança Nacional, cujas diretrizes procuravam combater o “perigo vermelho” dentro e fora do território norte-americano.

O auge da repressão intervencionista dos Norte-Americanos aos governos democráticos teve início depois da Revolução Cubana de 1959.

O Brasil foi a primeira vítima do ‘Tio Sangue’. Em 1964 foi perpetrado um Golpe Civil-Militar contra a Democracia e o povo brasileiro, que durou mais de duas décadas e deixou chagas profundas no Brasil. As Ditaduras seguiram seu curso pelo continente e vitimaram a Argentina, Uruguai, Bolívia e Chile.

O “País” da Democracia (EUA) a custo de muito sangue, morte, repressão, censura e corrupção, drenou as riquezas da América do Sul, e, até hoje, a “Terra da Liberdade” impõe seu cárcere e suas guerras ao mundo.

Jamais esqueceremos o novo Golpe contra a Presidenta Dilma, a prisão política do Lula e o quanto está nos custando um governo fascista. Tudo em nome dos interesses imperialista.

O eixo do Golpe – Não é do interesse dos países que fazem parte do bloco reacionário alinhado com os conchavos dos EUA intervirem a favor de uma solução pacífica para o conflito na Venezuela.

Muito menos retratarem de fora imparcial as intermináveis tentativas de golpes na Venezuela.

O denominado Grupo de Lima, formados por governos do Brasil, Argentina, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Guiana, Honduras, Panamá, Paraguai, Peru e Santa Lúcia, estão a serviço do capital estrangeiro.

A esmagadora maioria dos meios de comunicação contribui para a confusão em relação aos verdadeiros fatos ocorridos no país irmão.

O PT foi vítima brutal da criminalização dos seus governos e quadros do partido. Sabemos bem como é ser vítima do monopólio das comunicações.

Democracia – No Brasil muito se fala que a Venezuela vive uma Ditadura. Logo aqui onde se instalou uma nova modalidade de golpe “com Supremo e com tudo”.

Você pode não concordar com a política econômica ou até mesmo ideológica do governo venezuelano. Mas deve aceitar o fato de que, hoje, na Venezuela existe mais democracia do que muitos países que se dizem democráticos.

A título de informação: desde a primeira vitória de Hugo Chávez, em 1998, se somarmos 17 eleições e 5 referendos, com 20 vitórias da situação e 2 de seus adversários, podemos afirmar que isto é um governo democrático. Ou seremos levianos de desconsideramos estes indiscutíveis fatos?

Gostando ou não da Venezuela, as pessoas precisam respeitar as instituições democráticas e soberania dos povos. Cada país deve ser senhor do seu próprio destino.

O Império ataca a Venezuela – Onde existe Petróleo e governos populares, os EUA farão guerras e darão golpes.

Os venezuelanos têm reservas petrolíferas dez vezes maiores do que os estadounidenses, que são consumidores vorazes deste ouro negro. Um outro dado fundamental: os norte-americanos importam 2,9 bilhões de barris de petróleo por ano, deste montante, 500 milhões eram barris venezuelanos, controlados pela estatal PDVSA.

Vejam os bilhões de dólares que os EUA estão tentando sacar do povo venezuelano.

E não é somente isto: por estar num local estratégico a Venezuela tem uma logística facilitada, o que diminui o valor do produto em relação ao mundo árabe. Ponto determinante para a cobiça do Trump e lacaios locais.

Petróleo! Riquezas naturais e mão de obra semiescrava, esta é a verdadeira natureza do conflito Venezuela x Golpistas.

Como é de práxis, os EUA querem o petróleo venezuelano para matar a sua sede de exploração e consumismo.

Corajosamente, a Venezuela disse não!

Este é o entendimento mínimo para se debater o conflito venezuelano.

A partir deste ponto, você pode ser a favor ou contra a Venezuela.
Democracia é isto!

O que não pode é se reproduzir fraude intelectual.

Para finalizar, não posso me furtar em falar da figura patética chamada Guaidó. A oligarquia venezuelana e os EUA fizeram um erro de cálculo do tamanho de Caracas, quando acreditaram que este boneco de cera poderia derrotar a revolução Bolivariana.

Só espero que eles não elejam o capitão bobagem para mais uma inglória missão.
Acredito que o povo venezuelano vai encontrar um caminho pacífico e saberá conviver com o contraditório.

Golpe nunca foi resposta para nenhum problema político-econômico, muito pelo contrário, só traz desgraça e destruição.

O que muda o destino de uma nação é o trabalho sério, a luta do povo – sob a tutela da Democracia.

Este é o caminho ideal para um país retomar os seus dias de glória.

Espero que a Venezuela o encontre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top