skip to Main Content
(71) 3013-1312 contato@josiasgomes.com.br
SDR E Ufba Firmam Parceria Para A Realização Do Cadastro Estadual De Terras

SDR e Ufba firmam parceria para a realização do Cadastro Estadual de Terras

 
A Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e a Universidade Federal da Bahia (UFBA) assinaram, na quinta-feira (27), um Protocolo de Intenções que prevê ações articuladas e integradas entre as duas instituições.
 
O ato aconteceu na Pró-reitoria da UFBA, em Salvador, e contou com a presença de Josias Gomes – titular da SDR -, de docentes, parlamentares, e representantes da sociedade civil.
O protocolo de intenções estabelece parcerias entre a SDR e a UFBA para o planejamento e desenvolvimento de projetos e atividades integradas, de natureza interdisciplinar, abrangendo as áreas de ensino, pesquisa e extensão, visando qualificação de profissionais, transferência de tecnologia, compartilhamento de dados, editoração e publicações.
Inclui, ainda, ações como a de um convênio que está sendo construído entre a SDR, por meio da Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA), e o Instituto de Geociências e a Faculdade Politécnica da UFBA, para a realização do Cadastro Estadual de Terras.
 
Com o Protocolo de Intenções será possível ainda qualificar a atuação dos profissionais que atuam na SDR e, consequentemente, a ação da secretaria.
“Queremos, com essa relação que temos com a universidade, poder contribuir com esse papel de deixar um legado e resolver, entre outras questões, a do Cadastro de Terras no Estado. Nós temos uma equipe com bons técnicos, mas é imprescindível, para fazer um trabalho dessa magnitude, o apoio desta mão de obra qualificadíssima da universidade, além da relevância do papel que as universidades têm, não só de formar os quadros técnicos, mas também de chegar ao agricultor que habita, por exemplo, em uma comunidade de fundo de pasto, o que a realização desse cadastro será capaz de identificar”, afirmou o secretário Josias Gomes.
Para o reitor da UFBA, João Carlos Salles, esse documento resulta em uma cooperação técnica e abrange várias áreas do saber. “Com os conhecimentos da universidade, uma instituição de referência e de apoio para políticas públicas, essa é a possibilidade de colocar serviços em uma causa social, uma causa do Estado, de ampliação de direitos. A cooperação entre saberes se faz em função de projetos sociais. Agradecemos a atenção do Estado, fazendo votos que, a esse projeto, outros acordos venham se somar”, argumenta Salles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top