skip to Main Content
(71) 3013-1312 contato@josiasgomes.com.br
Bahia é O Terceiro Estado Que Mais Investiu Em Educação Superior

Bahia é o terceiro Estado que mais investiu em educação superior

A Bahia possui quatro universidades de excelência, as denominadas  universidades estaduais (UEBA), compostas por UNEB, UEFS, UESB e UESC.

Milhares de alunos já conseguiram o seu diploma de ensino superior pelas renomadas universidades baianas e tantos outros atingirão as mesmas conquistas.

No gráfico podemos perceber uma constante evolução de investimentos por parte do Governo do Estado quando o assunto é educação universitária.

Em 2007, a partir das gestões petistas, saímos de um investimento de R$ 464 milhões e atingimos a marca de R$ 1,359 bilhão. Um feito impressionante em tão pouco tempo.

Mesmo o Brasil atravessando a sua pior crise econômica das últimas décadas, o Governo da Bahia conseguiu honrar investimentos e a política de valorização do ensino superior.

Este montante investido levou a Bahia a ocupar o honroso 3º lugar no Brasil entre os estados que mais liberaram recursos para as universidades públicas.

Pesquisa – O Governo da Bahia também financia a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB), que por sua vez patrocina a pesquisa de professores e alunos de todo o Brasil nas mais diversas universidades baianas.

Os alunos bolsistas da FAPESB recebem bolsas científicas: graduando,  R$: 400,00; mestrando, R$ 1.500,00; e doutorando, R$ 2.200. Este apoio econômico para os nossos cientistas é um fator determinante para o desenvolvimento da pesquisa na Bahia.

No mundo acadêmico é importantíssimo trabalhar o ensino, a pesquisa e extensão. É importante ressaltar que cada centavo investido neste importante tripé retorna de forma positiva para o estado e a sociedade.

Sabemos do enorme desafio que é revolucionar a educação superior da Bahia. Foram anos de atraso com gestões que não se comprometiam com o mundo acadêmico.

Poderíamos citar inúmeros entraves, que, algumas vezes, barram ainda mais investimentos, o mais forte (o golpe que sofremos no país) e vem sangrando todos os Estados e áreas estratégicas.

Devido à conjuntura atual, se ainda não alcançamos o topo que o nosso potencial universitário permite, também precisamos reconhecer que nos últimos 11 anos os governadores Jaques Wagner e Rui Costa elevaram a nossa educação superior para um patamar muito superior do que na última década.

Tenho certeza que, com o trabalho que vem sendo realizado por Rui e a sua competente equipe, a educação da Bahia irá alcançar o topo nacional.

Fazendo uma analogia com o campo, plantar educação é a garantia de uma safra vitoriosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top