skip to Main Content
Valente: Cadeia Produtiva Do Sisal Recebe Investimentos Do Governo Do Estado

Valente: cadeia produtiva do sisal recebe investimentos do Governo do Estado

Recurso de R$ 800 mil, do projeto Bahia Produtiva, visa implementar ações de convivência com a seca nos municípios da região semiárida da Bahia

O governo do Estado celebrou convênio – via Companhia de Desenvolvimento e  Ação Regional (CAR) – com o Consórcio Púbico de Desenvolvimento Sustentável  do Território do Sisal (Consisal) para promover o desenvolvimento da cadeia produtiva do sisal. O sisal é considerado de alto potencial econômico e produtivo. Em 2018, a produção na Bahia foi de 60 mil toneladas.

O evento foi realizado sábado (06) na Casa da Cultura de Valente e contou com a presença do prefeito de Queimadas, André Andrade, do ex-prefeito de Valente, Ismael Ferreira de Oliveira, de Wilson Dias, diretor da Companhia de Ação e Desenvolvimento Regional (CAR), e de Elisângela Araújo, dirigente da CUT, entre outras autoridades.

O convênio prevê a contratação do serviço de consultoria individual, para a elaboração e acompanhamento do plano de negócios, que visa a estruturação de alianças produtivas territoriais, nos municípios de Valente, Retirolândia, Conceição do Coité e Santaluz.

O presidente do Consisal e prefeito do município de Queimadas, André Andrade, destacou a importância desse conjunto de ações. “São novos equipamentos e consultoria para a aplicação dessas novas tecnologias. Estamos muito felizes e agradecemos os investimentos do Governo do Estado no sisal, que é a base produtiva de sustentação de inúmeras famílias da região”, argumenta o prefeito André Andrade, de Queimadas.

“Nós temos uma parceria de longa data com os municípios da região do Sisal. E esta é mais uma das ações para estimular a diversificação da produção, e promover a geração de renda para as famílias atendidas”, destaca o secretário Josias Gomes, titular da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

Durante o evento, que contou com a presença de representantes do poder público executivo e legislativo, sociedade civil organizada e instituições financeiras, foi autorizada ainda a execução de mais dois convênios, com a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável e Solidário da Região Sisaleira (Fundação Apaeb).

Juntos somam investimentos da ordem de R$ 800 mil, oriundos do Bahia Produtiva, projeto executado pela CAR/SDR, e preveem a implementação de um projeto piloto com ações de convivência com o semiárido e implantação de novas tecnologias em comunidades rurais do município de Valente.

“Essas ações irão contribuir para valorizar o preço do sisal e melhorar a renda dos produtores. Os investimentos irão ajudar a fortalecer a cadeia produtiva do sisal, que é uma das responsáveis pela economia da região. Se fortalece a economia, fortalece o nosso território”, comemora Iracema de Oliveira Nery, presidente da Associação Apaeb.

Eleni Lopes, agricultora familiar e produtora de sisal, na comunidade rural Fazenda Papagaio, em Valente, agradeceu os investimentos do Governo do Estado.

“Nós da comunidade e do grupo de mulheres vamos seguir em frente com a ajuda do Governo, que vem fortalecer o sisal e também gerar renda com a mandioca, que é outro produto com que trabalhamos”, diz ela.

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top